7 Lugares públicos que têm mais bactérias do que você imagina

  • 0
Lavar as mãos antes de comer, limpar periodicamente o teclado do computador e desinfetar de tempos em tempos a tela do celular já fazem parte dos hábitos diários que as pessoas sabem que devem adotar. Contudo, as desagradáveis bactérias não se escondem apenas em objetos que usamos no dia a dia, mas também em lugares públicos. Na cozinha do seu trabalho, no banheiro da academia ou até mesmo no belo restaurante que você costuma frequentar. Os especialistas advertem que esses lugares não são tão seguros quanto você pode pensar.

Para que as bactérias estafilococosE.coli não te peguem desprevenido, o Incrível.club investigou quais os lugares mais sujos e como você pode se proteger deles.

1. Escritório

7 Lugares públicos que têm mais bactérias do que você imagina

© Depositphotos   © Depositphotos  

Diversos estudos realizados por Charles Gerba, da Universidade do Arizona, EUA, provaram que os escritórios não são locais limpos. Os pontos mais sujos, como era de esperar, são as torneiras do banheiro. Logo depois delas vêm as portas de micro-ondas e geladeiras, os botões da cafeteira e os filtros de água. A composição de moléculas de trifosfato de adenosina (ATP) ultrapassa em três vezes a norma recomendada.

Dados de outro estudo indicam que as mesas de escritórios servem como moradia para cerca de 10 milhões de bactérias, número 400 vezes maior que o assento de um vaso sanitário. Especialistas da empresa de higiene Kimberly-Clark afirmam que cozinhas e áreas de descanso em escritórios podem ser um berçário para micro-organismos prejudiciais e causadores de doenças.

10 Dicas para superar os desafios de abrir o próprio negócio

Por que existe o botão Windows do teclado?